Participio


O particípio é a forma nominal do verbo que expressa ações plenamente concluídas. 
Exemplos: escrito, falado, pensado, acontecido, ido.  
O particípio dos verbos abundantes possui mais de uma forma. O particípio dos verbos abundantes pode ter forma regular ou irregular. 
Exemplos: Forma regular: aceitado, entregado; Forma irregular: aceito (ou aceite), entregue.
As formas regulares do particípio são empregados na voz ativa. 
Exemplos: Ele já havia entregado a prova; Todos já haviam aceitado o acordo.
As formas irregulares por sua vez, empregam-se na voz passiva. 
Exemplos: A prova foi entregue por ele; O acordo foi aceito por todos.

EXEMPLOS
Infinitivo Particípio regular Particípio irregular

aceitar aceitado aceito

acender acendido aceso

anexar anexado anexo

benzer benzido bento

desenvolver desenvolvido desenvolto

Existem verbos (a nomenclatura gramatical oficial do Brasil chama-os de “verbos abundantes”) que têm “particípios duplos”: um REGULAR e outro IRREGULAR.
O verbo EXPULSAR, por exemplo, é um “verbo abundante”:
Particípio REGULAR: expulsado,
Particípio IRREGULAR: expulso.

— Professor (perguntou uma taquígrafa muito dedicada ao estudos dos Módulos), quando é que eu usarei um e outro?
— Muito, muito fácil — respondeu o professor:
Com TER e HAVER você vai usar o particípio REGULAR;
com SER e ESTAR, o particípio IRREGULAR.
— Mas, professor — continuou a aluna — eu tenho medo de confundir… Existe um modo prático de memorizar essa regra?
— Existe: chama-se “processo mnemotécnico”, que facilita a assimilação de qualquer regra. Em relação ao correto uso dos particípios duplos, guarde apenas a palavra
S E I

Ser Estar Irregular

Dica
Quer um conselho? Não se confunda. Fique com a regra geral. Use o particípio regular com ter e haver; o irregular, com ser e estar. Com ela, você acertará sempre.

Particípio – Regular ou Irregular

O convite foi aceitado ou foi aceito?

Antes da resposta a essa questão, é conveniente abordarmos o tema em que ela se insere, o dos verbos com duplo particípio, os chamados verbos abundantes. Esses verbos possuem duas formas no particípio: uma regular, com terminação em -ado na primeira conjugação e em -ido na segunda e terceira, e outra irregular, com terminação variável. A forma regular é normalmente mais longa e a irregular, mais curta. Assim, o verbo “fixar”, no particípio, apresenta-se como fixado e fixo.

O critério geral de emprego desses particípios é bastante simples:

· Particípio regular (longo) – É usado na voz ativa, acompanhado dos verbos auxiliares “ter” e “haver”, como em “Você tem secado as roupas na máquina?” e “Já havíamos limpado o piso pela manhã”.
· Particípio irregular (curto) – Usa-se na voz passiva, com os verbos auxiliares “ser”, “estar”, “ficar”, “andar” e outros. Exemplos: “A roupa já está seca” e “O quarto foi limpo pela Cátia”.

Observações:
1. Usadas com auxiliares como “ser”, “estar”, “ficar” e outros, as formas do particípio variam em gênero e número. Assim, “O acordo foi firmado, os acordos foram firmados; a proposta foi apresentada, as propostas foram apresentadas”. Já com “ter” e “haver”, o particípio fica invariável: “Temos escrito muitos textos para o saite”. Se disser “Temos escritos muitos textos para o saite”, o significado da frase muda e passa a querer dizer que “temos prontos muitos textos para o saite”.
2. Há particípios regulares que podem ser usados também na voz passiva. Assim, poderemos ler na imprensa: “O ministro foi fritado por longo tempo” e “A conta foi ocultada rapidamente da fiscalização”. Lembre-se de que o particípio irregular desses verbos é frito e oculto.
3. Em alguns verbos que admitem ambos os particípios na voz passiva, uma forma é mais usual que outra conforme o auxiliar utilizado: “O reservatório está cheio”, mas “O reservatório é enchido até a metade diariamente” e “A montanha está envolta em nuvens”, mas “A montanha foi envolvida por forte neblina”. Em outros contextos, o mesmo particípio acaba sendo empregado indiferentemente com um ou outro auxiliar: “O secretário presidencial esteve envolvido em escândalos” e “O secretário presidencial foi envolvido em escândalos”.
4. Nas orações reduzidas de particípio ou participiais, usa-se apenas a forma irregular: “Aceso o lampião, os rostos apareceram” (e não “acendido o lampião”) e “Findo o recesso, os deputados continuaram em campanha eleitoral” (e não “findado o recesso”).

Há verbos em que só se usa a forma irregular:

Verbo – Particípio

Abrir – Aberto
Cobrir – Coberto
Dizer – Dito
Escrever – Escrito
Fazer – Feito
Pôr – Posto
Ver – Visto
Vir – Vindo

Na linguagem atual, a forma regular de três verbos já caiu em desuso: ganhado (ganhar), gastado (gastar) e pagado (pagar). Curiosamente, todas relacionadas com dinheiro.
Ah, faltou a resposta à questão-título! Pelo que você aprendeu acima, a forma a se empregar seria apenas “aceito” não é mesmo? Acontece que o verbo “aceitar” é uma das exceções à regra, de modo que o particípio aceitado também pode ser usado na voz passiva: “O convite foi aceito” ou “O convite foi aceitado”.

fonte: blog

Deja un comentario

Archivado bajo Uncategorized

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s